Lombo de Bode com favas – Brasil a Gosto

A cidade de São Paulo deveria ser considerada uma das 7 maravilhas do mundo moderno, devido a vários fatores que deixam qualquer brasileiro de queixo caído. Como diz os paulistanos: é aqui (São Paulo) que a vida acontece! Vários teatros e museus que retratam histórias não só do Brasil como do mundo todo, feiras de negócios que trazem pessoas do mundo inteiro e o que de tempos em tempos nos trás até aqui: A maravilhosa gastronomia que é uma mistura de arte, cultura e sabor.

São Paulo é um dos estados que mais tem restaurantes que fazem parte da Associação dos restaurantes da Boa Lembrança. E nós corremos o Brasil atrás das belas cerâmicas que todos já conhecem!

Hoje o sabor e a experiência inesquecível ficam por conta do restaurante Brasil a Gosto. O restaurante fica localizado na Rua Professor Azevedo do Amaral, Nº 70 no bairro Jardim Paulistano, um bairro central e nobre da cidade.

Uma ruazinha estreita e com algumas casas residenciais, até  parece que estamos no interior. O restaurante não possui estacionamento, o que nos deixou um pouco preocupados no início, mas depois vimos que há serviço de manobrista que leva o seu carro embora e cobra um preço não muito alto.

A entrada do restaurante é bem exótica e já podemos começar a fazer ligação do nome ao ambiente. Por fora parece um bistrô com mesinhas decoradas, uma parede bem colorida retratando os vários Brasis que existem.

Brasil a Gosto

Brasil a Gosto

Fica em um sobrado dividido em dois agradáveis ambientes decorados com mesas rústicas e modernas ao mesmo tempo, uma decoração de encher os olhos. Quadros que mostram trabalhos indígenas no Brasil, casas de roças com fogão à lenha e tacho de cobre pendurados.

Tem um belo jardim de inverno que harmoniza muito bem com o ambiente que é agraciado com musica regional brasileira em tom suave. O atendimento dos garçons é nota mil e o que chama muito a atenção é que os garçons conhecem muito bem cada iguaria do cardápio.

Interior do Brasil a Gosto

Interior do Brasil a Gosto

A especialidade da chef Ana Luiz Trajano é o sabor brasileiro. Ela viaja o Brasil conhecendo culturas e sabores para inspirar seus pratos. Lançou um belo livro que leva o nome do seu restaurante, Brasil a Gosto, onde ela mostra fotos e culturas diferenciadas. O nome Trajano você conhece muito bem, certo? Ela é filha da grande empreendedora Luiza Helena Trajano, do Magazine Luiza.

A chef Ana Luiza Trajano - Brasil a Gosto

A chef Ana Luiza Trajano – Brasil a Gosto

O Brasil a Gosto trabalha sempre com três cardápios: um com os pratos do dia, um com o menu tradicional e o outro que homenageia uma região ou estado do país e se altera a cada quatro meses. Fomos surpreendidos com a culinária Santa Catarinense.

O prato que nos levou até o Brasil a Gosto foi o Lombo de Bode cozido no próprio molho com favas e purê de batata doce com queijo manteiga.  Uma verdadeira obra de arte feita para quem aprecia pratos exóticos.

Lombo de bode com favas - Brasil a Gosto

Lombo de bode com favas – Brasil a Gosto

O filé de bode é cozido e muito macio e vem sobre um purê de batata doce com queijo extremamente suave e consistente as favas decoram o prato e exalam um aroma delicioso. Todo o prato vem decorado com deliciosas mini rúculas e flores, vem acompanhado de um molho de pimenta que ajuda a finalizar os sabores do prato.  É um prato que dá dó de comer, mas é irresistível ficar somente olhando.

Lombo de Bode cozido no próprio molho com favas e purê de batata doce com queijo manteiga – Brasil a Gosto

Lombo de Bode com favas – Brasil a Gosto

Os pratos são bem generosos, mas não resistimos em pedir a entrada: Pasteizinhos de queijo da canastra, carne seca com abóbora e pirarucu acompanhados de molho de pimenta e vinagrete. Hummmm…

Entrada de pastéis do Brasil a Gosto

Entrada de pastéis do Brasil a Gosto

Depois de tanta comilança a sobremesa foi dispensada mas o expresso foi bem vindo e acompanhado de um bala de coco verdadeira. Aquela que desmancha na boca, e você só encontra no interior de Minas.

Ana Luiz Trajano que além de uma maravilhosa chef ela faz questão de fazer as maravilhas que serve no Brasil a Gosto. Parabéns Ana Luiza  por ser essa artista gastronômica brasileira que nos dá o prazer de sentir cada pedaçinho do Brasil, parabéns São Paulo por ter mais esse maravilhoso restaurante.

Tagliat e LLeverdial Ragú – Laura e Francesco

Quer saber um jeito fácil de ir à Itália? Basta ir à Valinhos, na região metropolitana de Campinas. É lá que fica o ristorante Laura e Francesco, uma jóia italiana. Você acha que eu estou exagerando? Pois vá e comprove. Da decoração, aos pratos e até os garçons, que falam italiano: tudo lhe faz sentir na pátria de Garibaldi. Não é à toa que eles tem o cobiçado selo “Ospitalitá Italiana”.

O charmoso restaurante fica num bairro residencial afastado e de alto padrão de Valinhos. Não é fácil encontrá-lo, pois não se consegue informações dos habitantes da cidade, que não conhecem o restaurante. Numa conversa com um dos garçons, tivemos a confirmação: a quase totalidade dos frequentadores não são de Valinhos. Outro fator que dificulta a localização é o fato da rua do restaurante ter mudado de nome, de Itaoca para Matinho Leardine, o que faz o GPS do seu carro lhe garantir que a rua em questão não existe. Também não ajuda o horário de funcionamento restrito do restaurante, que só abre para o jantar de quinta a sábado. Mas tudo vale a pena, quando você chega lá.

O restaurante Laura e Francesco, em Valinhos.

O restaurante Laura e Francesco, em Valinhos.

Ficamos na parte alta do restaurante, de onde se tem uma vista belíssima da cidade Valinhos e parte de Campinas. Um lugar perfeito para um jantar romântico, à luz de velas. Eles são especializados na cozinha de Bologna, terra natal dos chefs (e donos) do restaurante, Laura e Francesco, mãe e filho, ambos italianos.

Até o couvert do restaurante vale a pena, coisa que não é tão comum. São vários tipos de pães e torradinhas e 3 molhinhos italianos deliciosos: um mais apimentado, um à base de atum e outro de beringela.

O couvert do Laura e Francesco

O couvert do Laura e Francesco

O prato da boa lembrança pedido foi o “Tagliat e LLeverdial Ragú”, uma deliciosa massa caseira com o verdadeiro molho bolonhesa, que em Bolonha é conhecido como Ragú. Acreditem, o que é comumente chamado de molho bolonhesa por aqui não é absolutamente nada comparado ao ragú, que leva, junto ao molho de tomate caseiro, carne bovina, suina e linguiça toscana bem picadas.

Tagliatelle Verdi ao Ragu

Tagliatelle Verdi ao Ragu, à esquerda e o Solare ao Limone à direita.

O staff do restaurante é pequeno e super eficiente. O sommelier Rogério, um mineiro simpático que sabe realmente o que está fazendo. Entende não somente dos vinhos mas da cozinha Italiana em geral. O maitre, sr. Spina é igualmente simpático e igualmente de altíssimo nível gastronômico. Além do prato da Boa Lembrança, fomos informados por ele que o prato Solare ao Limone era também divino: um acerto em cheio.

O maitre nos levou para conhecermos a área VIP, que fica no amplo porão do restaurante, onde são feitas festas privadas e recepções. É lá que fica a coleção de pratos italianos da Laura, que é colecionadora da versão italiana dos pratos da boa lembrança.

Tagliatelle Verdi ao Ragu - Laura e Francesco

Tagliatelle Verdi ao Ragu – Laura e Francesco

O restaurante fica bem fácil de chegar quando se está no aeroporto de viracopos. Se estiver de passagem por lá, vale uma visita! Capisce?

Qua Qua Qua – Bistrô d´Acampora

Florianópolis! A lindíssima capital do estado de Santa Catarina! O balneário predileto dos nossos hermanos argentinos. É verdade que o movimento de argentinos já foi maior, principalmente nos tempos em que o presidente Menem equiparou artificialmente o peso ao dólar, tornando os Argentinos “ricos” devido ao câmbio quando visitavam nosso Brasil. Mas eles ainda lotam as praias norte da ilha (principalmente a praia de Canasvieiras) durante todo o ano. E é no norte da ilha que fica o requintado bistrô d’Acampora.

Pense numa mansão no estilo clássico muito elegante. Agora pense em algo mais chique. Pois é assim o bistrô. Ainda bem que tínhamos feito reserva, pois não havia mais vagas. No mesmo dia estava havendo uma recepção de casamento e a área de mesas disponíveis ficou pequena.

Bistrô D´Acampora - Floripa

Priscila no Bistrô D´Acampora – Floripa

O prato da boa lembrança deste restaurante é chamado “Qua Qua Qua”. Na verdade, são três porções diferentes, cada uma mais gostosa que a outra, convivendo harmoniosamente num prato único. Todas elas tem como base o pato, esta ave saborosíssima, cuja carne deixa o frango parecer comida de hospital.

Qua Qua Qua - Bistrô D´Acampora

Qua Qua Qua – Bistrô D´Acampora

A porção principal é um peito de pato empanado com ervas de provance e chutney de manga. A carne é frita na medida certa e combina muitíssimo bem com o sabor agridoce da manga. A segunda porção é um maravilhoso confit da asa de pato, molho roti, um irresistível purê de batata doce e geléia de cebola roxa, um sabor surpreendente. O acompanhamento é um risoto de pato com vinho licoroso, com um queijo grana padano dando um toque final. Cada uma das porções já seria um prato digno de aplausos. As 3 juntas formam um dos pratos mais fantásticos do ano.

Pra finalizar, a cerâmica que ganhamos de brinde é uma das mais bonitas.

Qua Qua Qua - Bistrô D´Acampora

Qua Qua Qua – Bistrô D´Acampora

Não vá à Florianópolis sem visitar a praia de Jurerê, o Ostradamus e o bistrô d´Acampora!