O Prato da Boa Lembrança mais caro da atualidade…

No nosso último post, Caldeirada do Comandante, dissemos que o prato do Amadeus seria o mais caro Prato da Boa Lembrança atualmente: R$195,00. De fato, até onde sabemos é o mais caro. Entretanto, como é um prato para duas pessoas, podemos dizer que individualmente o prato sai por R$ 97,50. Agora, uma leitora nos enviou a informação de que o prato do restaurante Dom Francisco – “Bacalhau Prata da Casa” – é individual e custa R$ 110,00, o que faz dele o prato individual mais caro da associação. Se você, leitor conhece algum outro prato mais caro que este, nos avise!

Caldeirada do Comandante – Amadeus

Por Guilherme Zaniboni

Se a primeira impressão é a que fica, o Amadeus acertou em cheio na pedida. Mesmo antes de entrar na área principal do restaurante, os clientes já se deparam com lulas, ostras, lagostas e outros mariscos frescos, dando as boas vindas à casa!

Área externa do restaurante Amadeus - se você não fizer reserva para o almoço é provável que tenha que ficar aqui.

Área externa do restaurante Amadeus – se você não fizer reserva para o almoço é provável que tenha que ficar aqui.

Com um atendimento de primeira linha, o restaurante paulistano localizado na esquina da Haddock Lobo com a Jaú, impressiona em todos os aspectos. Aos primeiros frequentadores fica a dica: goste você ou não de frutos do mar, esta é a especialidade da casa, logo, quase todo o menu passar pelos mares!

Em 2012 também estive por lá para o Boa Lembrança do ano passado, voltando lá agora as impressões foram novamente as melhores possíveis. A chef Bella, filha do casal criador do restaurante, não para apenas na cozinha e circula pela casa a noite toda, servindo e atendo aos clientes com muita simpatia.

Entrada: salada de folhas e camarões com molho bastante ácido

Entrada: salada de folhas e camarões com molho bastante ácido

Chegando o tão esperado prato da boa Lembrança, a Caldeirada do Comandante, tivemos uma surpresa. Pela primeira vez em minha coleção comi um prato para duas pessoas. Sim, você pede o prato da Boa Lembrança mas ele é enorme, literalmente uma caldeirada. Portanto se você for ao Amadeus este ano com o intuito de levar mais um prato para uma futura troca, leve mais gente com você!

Amadeus - Caldeirada do Comandante

Amadeus – Caldeirada do Comandante

De sabor e aromas impressionantes, assim como todos os pratos da casa, a Caldeirada não deixa a desejar. Contento postas de linguado, lulas, camarões, polvos e mariscos o prato se torna completo acompanhado de um arroz com ervilhas.

Amadeus - Caldeirada do Comandante

Amadeus – Caldeirada do Comandante

  • Dicas: O prato é grande, se a fome não for do mesmo tamanho, é possível dividir até para 3 pessoas. Mas não se esqueçam, você só vai receber 1 prato!
  • Meu primo me acompanhou neste jantar juntamente com meu pai. O prato escolhido por ele foi um ” Atum Oriental”, delicioso! Vale a pena voltar!

Se você gosta de frutos do mar, bons vinhos, boa música, um lugar agradável e claro um ótimo atendimento, o Amadeus encaixará perfeitamente na sua pedida! À todos, ótimas Lembranças!

Nota do Bernardo: Também fui no Amadeus, e achei a avaliação do Guilherme muito boa. Mas queria fazer alguns comentários adicionais:

-A Chef Bella realmente é uma simpatia e vai em cada mesa.

-O prato é realmente muito bom, mas também caro (é o mais caro que eu saiba na associação): R$195,00. Mesmo sendo um prato para duas pessoas, teríamos R$ 97,50 por pessoa, o que o mantém na liderança de preço, mesmo no quesito “preço por pessoa”. Se algum leitor souber de algum prato mais caro que este, peço que entre em contato e nos avise.

Aliás, também não conheço outro prato para duas pessoas. Se algum caro leitor conhece, nos avise!

-Um problema que eu tive foi em relação à Internet: apesar do restaurante ter wifi para os clientes, ninguém soube me passar a senha, por incrível que pareça. Nenhum garçom sabia, nem mesmo o Maitre, que me passou uma senha errada. Aí eu cansei e simplesmente desisti (usei minha conexão celular mesmo).

– Não resisti e comi uma sobremesa: um sorvete de chocolate com alguns pedaços de bolinhos. Muito gostoso!

A sobremesa: sorvete de chocolate

A sobremesa: sorvete de chocolate

Guilherme Zaniboni, o novo colunista do Blog do Prato da Boa Lembrança

Hoje temos o prazer de anunciar que nossa família cresceu!

Agora temos um novo colunista: Guilherme Rodini Zaniboni. Ele tem apenas 23 anos e é personal trainner, residente em Araras (SP). Ele é colecionador desde 2011 e é apreciador do “turismo grastonômico”, assim como nós: “sempre modificamos roteiros para ir atrás dos mesmos ou fazemos qualquer tipo de viagem gastronômica”, diz ele.

Ele está próximo de completar 100 pratos, e pretende fazer uma festa quando isto acontecer.
Fique de olho das próximas postagens. Em breve veremos sua primeira crítica aqui no blog!
Seja bem-vindo, Guilherme!
E se você também é apreciador dos pratos e gosta de escrever uma boa crítica gastronômica, entre em contato conosco. Quem sabe você também entra no nosso clube!

Badejo do Chef – L´Etoile D´Argent

Por Liz Liberato

Domingão, friozinho aqui em Brasília, nada pra fazer… De repente bateu aquela vontade de viajar de carro. E se essa viagem aliasse alta gastronomia e mais um pratinho para coleção? Misturando tudo isto, o roteiro estava traçado: Goiânia, rumo ao restaurante L’etoile D’argent, atualmente o único representante da ARBL no Estado de Goiás.

O percurso, de cerca de 200km, é tranquilo. A BR 060 está duplicada, bem asfaltada e sinalizada, fazendo com que em cerca de 2h você chegue ao destino.

Localizado em um dos mais nobres setores da capital goiana, o Marista, o L’etoile divide com outros bons restaurantes (inclusive com o ex-associado Ad’oro) e bares descolados um espaço na rua 146. Ali, principalmente nos finais de semana, circula muita gente bonita em seus Porches, BMWs e Mercedes, fazendo do local um verdadeiro point para “ver e ser visto”.

L´Etoile D´Argent, em Goiânia

L´Etoile D´Argent, em Goiânia

O L’etoile conta com um salão central elegante, decorado com grandes lustres,  mas se você não quiser perder o burburinho da rua enquanto aprecia o cardápio, escolha uma mesa próxima às amplas janelas das varandas cobertas.

Interior do L´Etoile D´Argent

Interior do L´Etoile D´Argent

O serviço é muito bom. O couvert, além dos tradicionais pães e patês também conta com um gostoso carpaccio.

O couvert do L´Etoile D´Argent

O couvert do L´Etoile D´Argent

Especializado na culinária franco-italiana, o restaurante elegeu como prato da Boa Lembrança 2013 o “Badejo do Chef”.

Badejo do Chef - L´Etoile D´Argent

Badejo do Chef – L´Etoile D´Argent

Se você pensou naquele peixe branco, alto e sem gosto, fico feliz em dizer que errou redondamente. Na verdade, o badejo, bem temperado no molho de cerveja de trigo, é servido sobre um gostoso creme de cebola e, sobre a posta, tapenade de ãazeitonas pretas (uma espécie de antepasto à base de azeitona, com alcaparra e queijo parmesão) e aspargos grelhados. Para acompanhar, um purê de batatas muito cremoso e o delicioso risoto de arroz negro (já conhecido e aprovado no prato de 2010 – mini paella de arroz negro da China). Perfeito!

Badejo do Chef - L´Etoile D´Argent

Badejo do Chef – L´Etoile D´Argent

Resumo da ópera: estando em Goiânia não perca a oportunidade de saborear o “Badejo do Chef”. Com certeza, uma ótima lembrança!

Le fleur d’or – Ludwig

Para quem mora no sul de Minas Gerais e é colecionador do prato da boa lembrança, como nós,  os pratos mais próximos de se adquirir são os da cidade Campos do Jordão, que fica a pouco mais de 30 km de nós. É verdade que o caminho é boa parte por rodovias de terra, mas mesmo assim é próximo.

Campos do Jordão é uma cidade linda que atrai muitos turistas durante todo o ano pelas suas belezas naturais, seu clima frio e suas lindas pousadas e hotéis. De Junho a Julho acontece o  festival de inverno. Sim, lá é extremamente frio. Até as árvores tem direito à roupas nesta época do ano. As ruas ficam cheias de pessoas e também de artistas que trabalham para que a temporada seja de sucesso. Campos do Jordão é a cidade predileta dos paulistas endinheirados que gostam de um friosinho romântico!

É em Campos que temos a famosa cerveja artesanal Baden Baden e fábricas de chocolates maravilhosos como o Chocolate Araucária. Lá também é o berço do rio Sapucaí, rio que banha grande parte do Sul de Minas, e minha amada cidade de Itajubá.

Os turistas também são atraídos para Campos por suas maravilhas gastronômicas. Lá realmente se encontra alta gastronomia em abundância. A especialidade da maioria dos restaurantes sãos os fondues, por causa do intenso frio das montanhas. As trutas também são pratos bem comuns, já que o peixe é criado em águas limpas e frias das montanhas da mantiqueira.

Entre os maravilhosos restaurantes temos três que fazem parte da Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança, e é o que de tempos em tempos nos faz atravessar a estradinha de terra que corta Piranguçu e São Bento do Sapucaí e sai em Campos para degustar a maravilhosa culinária e pegar nossas queridinhas cerâmicas.

A estrela , ou melhor o Cisne de hoje é o Ludwig. Um restaurante nota 1.000, tanto na beleza e categoria como no atendimento e simpatia dos que trabalham por lá. na primeira vez que fomos lá não o encontramos facilmente, pois a rua não era localizada pelo GPS. Mas como quem tem boca vaia Roma, achamos com certa persistência.

Nada disso tem importância quando se avista as belas correntes que servem de grade para a linda casa sede do restaurante, numa linda área arborizada de 4 mil metros quadrados. Na entrada você já é recebido com simpatia e isso é regra no restaurante. Até os proprietários, sr. Fausto Magalhães e sua mulher, estão sempre circulando pelas mesas e esbanjando simpatia.

O proprietário do Ludwig, Fausto Magalhães e nossa colunista Priscila

O proprietário do Ludwig, Fausto Magalhães e nossa colunista Priscila

O ambiente interno é maravilhoso: mesas de madeira com cadeiras e bancos decorados no estilo antigo. Tem um maravilhoso jardim externo que nos deixa com uma sensação de aconchego das montanhas. É dividido em dois ambientes igualmente decorados e há uma lareira ao fundo que deixa o clima mais quente e sofisticado.

O lindo interior do Ludwig, de Campos do Jordão

O lindo interior do Ludwig, de Campos do Jordão

Os pratos ficam escondidinhos em uma ambiente quase secreto.  O cardápio é variado e atende a todos os gostos. Mas é claro que pedimos o prato da boa lembrança, no caso, o Le fleur d’or.

La Fleur D'or - Ludwig

La Fleur D’or – Ludwig

Trata-se de um generoso medalhão alto de filet mignon, juntamente com uma massa e alguns aspargos, formando uma flor no prato. A massa é um conchiglione recheado com damasco e um creme feito de vários queijos, sendo que o brie se sobressalta em relação aos outros. Realmente delicioso.

La Fleur D'or - Ludwig

La Fleur D’or – Ludwig

Não deixe de visitar a linda cidade de Campos do Jordão. E estando lá, tenha esta fantástica experiência no Ludwig!